Blue Jays troca Teoscar Hernández com Mariners: por que Toronto trocou o outfielder All-Star

Toronto Blue Jays defensor externo Theoscar Hernandez foi trocado em Seattle Mariners em troca de um apaziguador destro Erik Swanson e o arremessador da liga secundária Adam Macko, anunciaram os Mariners na quarta-feira. Aqui está o que você precisa saber:

  • Hernández ingressou no Blue Jays em julho de 2017 por meio de uma troca de Houston Astros para Francisco Liriano.
  • Ele apoiou uma excelente temporada de 2020 com um forte desempenho em 2021 que o viu se tornar um valioso jogador ofensivo de rebatidas poderosas, com seu recorde de carreira de 116 RBI, ocupando o terceiro lugar nas majors nesta temporada – o.
  • Hernández, All-Star de 2021 e duas vezes vencedor do prêmio Silver Slugger, será um agente livre após a temporada de 2023.

Por que essa troca faz sentido para os Blue Jays

Os Blue Jays poderiam ter voltado com sua equipe de 2022 e ninguém poderia culpá-los. Eles lançaram o melhor ataque da Liga Americana e com quase todos os seus jogadores posicionais elegíveis para retornar, eles teriam parecido tão perigosos em 2023.

Mas, apesar de todo o talento do núcleo do Blue Jays, eles ainda não conseguiram uma única vitória no playoff. Por conta disso, esta entressafra sempre pareceu um bom momento para tentar misturar as coisas com o objetivo de construir um clube de calibre campeão. Na quarta-feira, começou em grande com a troca de Hernández por Swanson e Macko.

Apesar de seus bons números ofensivos, uma falha no elenco do Toronto era que era muito destro. Passando de um de seus outfielders destros – ou seja, Hernández ou Lourdes Gurriel Jr., que são ambos agentes livres após a próxima temporada – parecia um provável primeiro passo na tentativa de resolver esse desequilíbrio no plantel. Trocar Hernández foi o primeiro dominó a cair, mas trocá-lo presumivelmente cria o espaço necessário para os Blue Jays adicionarem um outfielder canhoto – seja na agência livre ou em outra troca. — McGrath

O que Swanson e Macko trazem para o bullpen do Blue Jays

Retornando a Toronto, Swanson, um apaziguador destro que postou uma ERA de 1,68 e uma taxa de strikeout de 34% em 57 aparições em 2022. Os Blue Jays não esconderam que estão tentando melhorar seu bullpen nesta entressafra, procurando especificamente por apaziguadores que pode gerar swing-and-miss. Com uma excelente combinação de splitter-fastball, Swanson registrou algumas das melhores taxas de strikeout, chase e fare nas majors no ano passado. Ele dará ao bullpen do Blue Jays outro braço para implantar.

Macko, que nasceu em Bratislava, Eslováquia, mas cursou o ensino médio em Alberta, é um arremessador inicial canhoto que fez oito partidas no High A em 2022, com um ERA de 3,99. Ele foi classificado como o oitavo melhor candidato de Seattle, pela MLB Pipeline, e dá aos Blue Jays outro jovem candidato a arremessador inicial. — McGrath

Por que os Mariners atacaram Hernández

Os Mariners venceram 90 jogos e voltaram aos playoffs pela primeira vez desde 2001, apesar de um ataque que lutou para marcar pontos. A necessidade óbvia neste inverno para a equipe? Morcegos. Os Mariners queriam adicionar dois defensores externos e um homem de segunda base. Hernández certamente se encaixa no projeto. Seu poder vai jogar em qualquer lugar, mesmo em um estádio que suprime o ataque como o T-Mobile Park. —Brock

O que eles disseram

O presidente de operações de beisebol do Mariners, Jerry Dipoto, disse que o time entrou na entressafra com a intenção de adicionar impacto e comprimento ao elenco.

“Ao adicionar o Teoscar a uma base já sólida, acreditamos que nos tornamos um clube de ataque muito mais perigoso”, disse Dipoto em comunicado.

O gerente de operações de beisebol do Mariners, Justin Hollander, também comentou sobre o que Hernández traz para o clube.

“Teoscar tem sido um dos melhores batedores no meio da classificação da Liga Americana e será uma adição empolgante ao nosso elenco, pois procuramos fortalecer nosso time e retornar aos playoffs em 2023”, disse Hollander em comunicado.

Leitura obrigatória

(Foto: Joshua Bessex/Icon Sportswire)